SOBRENOMES PEREIRA

Quando eu era muito jovem, Josafá Conrado (irmão de Lorena) tinha uma encomenda para ser enviada a Bernardo Vieira, como o portador não estava presente,  pediu-me que entregasse ao Otávio,  de Bernardo Vieira, a referida encomenda, na oportunidade, fez um comentário: “Estou deixando em boas mãos, pois este galego é do meu jeito, é um CAIÇARA”. Confesso que fui até meio ríspido e retruquei: “Sou CAIÇARA não! sou filho de Dja e Maria Baião”. Porém ele educadamente respondeu: “Continua em boas mãos.” E de fato estava!

Luiz Mina (Luiz Pereira de França) ouvindo toda essa conversa, após a saída de Josafá dirigiu-se a mim  e falou: “Os CAIÇARAS como você e eu descendemos do Barão e não tem essa coisa de Mina, Baião, Caiçara e outros, nós todos somos PEREIRAS…então, a partir desse dia, mesmo jovem, passei a entender muito bem a dimensão da família PEREIRA, e não segregá-la a pequenas frações, pois a dimensão de uma família está na unificação de suas raízes culturais e da união entre os seus.

Não sou nenhum expert em escrita e nem tão pouco em genealogia; sou apenas um curioso e agora como está em voga todo esse resgate dos nossos antepassados; a poucos dias do primeiro encontro de nossa família, resolvi falar sobre alguns dos sobrenomes da FAMÍLIA PEREIRA, como base nos registros da GENEALOGIA PERNAMBUCANA. http://www.araujo.eti.br.

Sobrenome CONRADO LORENA e SÁ

Matriarca – Ana Pereira da Silva, filha de Joaquim da Carnaúba, em seu primeiro casamento com Severina Pereira de Aguiar.

Patriarca – Conrado José de Lorena e Sá, filho de ISIDORO MARIANO DE SÁ e Ana Gonçalves; Neto de Quitéria Rodrigues Nascimento (irmã de Jacinta) e José Mariano de Sá

Ana e Conrado eram primos em segundo grau, ambos, bisnetos José Rodrigues e Ana Joana, pais de Jacinta e Quitéria.

Aqui, o que era nome virou sobrenome; Ana e Conrado tiveram 7 filhos: Antônio, Joaquim, José, Manoel, Abigail, Ana e Isidoro.

Sobrenome PEREIRA DE SÀ MARANHÃO

Matriarca – Manuela Pereira, filha de Francisco Pereira da Silva, fundador da Vila de São Francisco.

Patriarca – José Gomes de Sá MARANHÂO, Cazuza Maranhão. Esse casal teve 12 filhos: Manoel-Neco Maranhão; Lúcio; Simplício; Aureliano; Francisco; Antônio; Maria Febrônea, (segunda esposa do seu tio-avô Sebastião Pereira, irmão do seu pai Francisco); Joaquim; Ana; Úrsula; Felipe e José.

O velho José Gomes de Sá Maranhão era filho de Cirilo Gomes de Sá, da região do riacho dos verdejantes (atualmente divide os municípios de Floresta e Petrolândia). Sua mãe, Ana Furtado, Cearense.

Sobrenome PEREIRA DE AGUIAR

Matriarca – Severina Pereira de Aguiar, Índia, da serra do Catolé, muito bonita; o seu casamento se deu após alguns anos de convivência e alguns filhos, No total, teve 7 filhos: Cel José Pereira, faz. Tamboril, Saturnino, faz. Quebra Unhas, Sebastião – Baiãozinho, faz. Exú Velho, Francisco, Alexandre, Maria (Gama -após casada) e Ana (Conrado, após casada). Severina Pereira de Aguiar, casada que foi com Joaquim Pereira da Silva, faz. Carnaúba.

Sobrenome PEREIRA DA GAMA

Matriarca – Maria Pereira da Gama, filha de Joaquim da Carnaúba, em seu primeiro casamento com Severina Pereira de Aguiar.

Patriarca – Custódio José da Gama, – Sobrinho dos irmãos, Cel Basílio Gomes, fundador de Brejo do Santos – CE e Vitor José, fundador de Araripina – PE. Tiveram apenas um filho: Francisco Pereira da Gama. O berço dos Gamas no pajeú, deu-se na fazenda  Várzea da Madeira; a casa do velho Chico Gama, alcancei seus torrões; O local da casa velha,  hoje,   pertence ao primo Geni Pereira Leite, rancho Padre Mina, após compra, dos herdeiros de Luiz Pereira de Aguiar, Luis Baião (Faz. Jatobá)e Francisca Pereira Nunes – Minô, esta, uma parenta próxima do primo,  por nós conhecido,  Sérgio Elias Wanderley, Minô, uma Wanderley. Aqui, falo com propriedade; nascerá eu, na várzea da madeira, entre serrotes e lajedos.

Francisco Gama casou com uma prima segunda Noêmia Pereira da Silva, esta, filha de Francisco Pereira da Silva Neto (Chico Neto, da faz. Ipueiras) e Generosa, filha do Barão. Os Gamas da atual geração não sabem disso: O velho Chico edificou, na várzea da madeira, ao lado direito do riacho do exú velho, uma bela vivenda, construída em tijolos dobrados e nela, na sua despensa, fora encontrada uma botija.

A segunda geração dos GAMAS, Francisco Gama e Noêmia tiveram 8 (oito) filhos: Generosa, Constância, Ana, Maria, Jacinta, Alice, Manoel, Luiz, Custódio, José e Maria.

Sobrenome PEREIRAVALÕES

Patriarca – Alexandre Pereira da Silva, filho do nosso patriarca (Cap Zezinho). Alexandre, foi um homem culto, apreciou uma boa literatura, inclusive, Francesa e Belga. Numa dessas leituras viu o nome Valões, achou bonito e adotou como sobrenome em parte de sua prole (segundo Luiz Carlos Valões/Juarez Valões – Livro – Genealogia da família PEREIRA).

Alexandre, casou com, Joana Mariano de Sá, filha de Quitéria, irmã de Jacinta, portanto, primos legítimos. Aqui também vale salientar que Alexandre foi uma das vítimas dos fanáticos da PEDRA DO REINO, juntamente com seu irmão Cipriano.  O irmão deles,  Coronel Simplício Pereira (Peinha de mão), no comando de um grupo ao saber do acontecido disse: quem matou que os coma; vou acabar com aquilo agora e cumpriu o prometido reduzindo a zero o fanatismo da pedra do reino.

Aqui um registro: Peia de mão, um artefato de couro ou corda, muito utilizado no sertão em animais com o objetivo de mantê-lo sobre fácil domínio. Existem dois tipos de PEIAS: patas Pe à Mão, é maior e o animal tem maior liberdade e Patas mão à mão, que restringe a liberdade e facilita a captura; resumindo com um adágio nordestino: a volta é curta. Com Simplício Pereira a volta era curta; as liberdades eram limitadas e sua função como militar da força policial do Império foi exercida com muito esmero.

Alexandre e Joana (Patriarcas dos Valões), tiveram 3 (três) filhos, dois deles, com o sobrenome Valões, a saber: Antônio Alexandre Pereira da Silva, Constânica Pereira Valões e Aureliano Pereira Valões.

Sobrenome PEREIRA LIMA (PARTE DOS CAIÇARA)

Patriarca – JOSÉ FLORENTINO PEREIRA, filho de Manoel Pereira da Silva – Né da Caiçara .

O pai de José Florentino, Né da Caiçara, filho do Barão do Pajéu (Andrelino Pereira da Silva), neto do comandante superior Manoel Pereira da silva,

Matriarca – Elvira Vieira LIMA , filha de Francisco Vieira Lima e Honorata Siqueira, de Sertânia.

Francisco Vieira Lima, casou pela segunda vez com uma PEREIRA e ELVIRA, teve como madrasta, Emília Pereira, filha de Francisco Neto (Chico Neto, do S. Francisco) e Generosa, filha do barão.

Elvira, era tia legítima de Yolanda casada com Argemiro Pereira e Guilhermina, esposa de Manoel Florentino, aqui, Manoel Florentino e Guilhermina, primos legítimos.

José Florentino e Elvira, tiveram 12 filhos: Manoel, Adauto, Napoleão, Francisco, Alcides, Joana, Irene, Clarice, Honorata, Alice, Maria e Jaime.

Sobrenome PEREIRA NEVES

Os Pereiras Neves, descendem de dois Pereiras: Ana Eponina de Sá e Antônio Cassiano Pereira da Silva, este, bem  lembrado pelo primo Venícios, autor do livro – O PATRIACA.

1 – Matriarca – ANA EPONINA PEREIRA DE SÁ, filha de Joaquim da Carnaúba, do segundo casamento

Patriarca – Napoleão Franco da Cruz Neves, filho Francisco Cruz Neves, major Chiquinho e Jacinta Xavier Silveira,

Napoleão casou duas vezes; a primeira foi com Ana Pereira da Silva, filha de Cassiano Pereira da Silva e Generosa Pereira da Silva, não tiveram filhos.

Ana Eponina e Napoleão Neves, tiveram 10 filhos: Antônio, Constância, Antônia, Joaquim, Maria, Manoel, Francisca, Beatriz, Raimunda e José.

2 – Antônio Cassiano Pereira da Silva, casado que foi com Maria Antônia da Soledade da Cruz Neves.

Antônio Cassiano Pereira e Maria Antônia Neves, tiveram 11 filhos: Antônio, Juvenal, Olímpio, Manoel, Generosa, Antônia, José Cassiano, Ana , Maria, estes, PEREIRA NEVES, Francisca e Maria, estas duas, NEVES PEREIRA.

Sobrenome FRANÇA, OS MINA (Por conta de Sr.Mina)

Patriarca – Luís Pereira de França, seu Mina da faz. agreste, filho Joaquim da Carnaúba.

Matriarca – Abigail Pereira (Luis, seu Mina e Abigail, eram primos legítimos, tiveram 6 (seis) filhos: Antônio, Ana, Luiz, Constância, José – Zeca Mina e Manoel – Padre Mina.

Observamos também, que um filho de Antônio Pereira da Silva, um dos filhos do nossos patriarcas: José Pereira e Jacinta Rodrigues, também assinava com Pereira de França.

 

Floresta, 11 de junho 2016.

Joaquim Pereira da Silva

Favor citar fonte: www.familiapereia.net.br; sobrenomes Pereira, por Joaquim Pereira.

   

Você pode gostar...