FAZENDA BELÉM

Publicação transcrita do texto de ‎Sérgio Elias Wanderley‎ postado na Página Família Pereira do Pajeú no Facebook (veja o original).

FAZENDA BELÉM

 

FAZENDA BELÉM

 

Propriedade do Comandante Superior Manoel Pereira da Silva, dela partiu a comitiva para desalojar os fanáticos da Pedra do Reino ou Pedra Bonita na Serra do Catolé no ano de 1838. No confronto, morreram dois irmãos do Comandante, Cel. Alexandre e Cipriano. Na comitiva encontrava-se também, o irmão guerreiro natural e desbravador Simplício Pereira da Silva, que ensandecido pela morte dos dois irmãos gritava que não ia ficar ninguém vivo. Criança, mulher, porém, foi contido pelo irmão que comandava a ação e os fanáticos detidos é amarrados por cordas foram levados para Flores. Na época, o Comandante era Major da Guarda Nacional. Dez anos depois, 1848, com a alternância de poder, sendo este chefe do Partido Conservador , foi promovido a patente de Coronel da Guarda Nacional, Comandante Superior de Flores, Vila Bela e Ingazeira. Após a vitoriosa Revolução Praieira, recebeu os títulos de Cavaleiro de Cristo e Oficial da Imperial Ordem da Rosa. Foi a maior figura do Clã dos Pereira da Ribeira do Pajeú das Flores. (Jorge Remígio)

   

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *