ORIGEM DA FAMÍLIA PEREIRA

Leia aqui nossa outra publicação sobre a origem da Família Pereira

Não existe consenso absoluto sobre a origem da Família Pereira em Portugal e no Brasil. Contudo, é sabido que se trata de um sobrenome da nobreza ibérica do segundo milênio da era cristã.

 

ORIGENS REMOTAS [1] [2]

Em Portugal, no ano de 1201 , Dona Joana G. Canalle e D. Bernardo Gavião, cristão novo que adotou o apelido de Pereira, e tiveram os filhos:

Ana Pereira Gavião (casada com D. Álvaro de Mello), Francisco Pereira Gavião (que se ordenou Padre e seguiu para as Missões da Igreja Católica) e Dona Beatriz Pereira, que casou com D. Nuno Silva e teve as filhas: Dona Marta G. Pereira da Silva (que casou com D. Carlos Pereira) e Dona Jacinta G. Pereira (que casou com D. Francisco Fontes Pereira de Melo).

Seus filhos homens receberam o apelido de Pereira de Mello e as mulheres, o apelido de Pereira Gavião.

Os filhos de Dona Jacinta foram: D. Bernardo Pereira de Mello, D. Duarte Pereira de Mello e Dona Ana Margarida Clementina Pereira Gavião.

D. Bernardo e D. Duarte participaram de missão diplomática para a Santa Sé e toda a sua descendência ficou no Reino de Roma. Dona Ana Margarida casou com D. Nuno e tiveram os filhos: D. Antônio Pereira Gavião (Bispo nas terras do Brasil Nordeste em 1702) e D. Abel Pereira Gavião (que o acompanhou e lá constituiu família).

 

Esta parte foi redigida por Sérgio Elias Wanderley e editada por Hugo Torres.

 

TÍTULOS EM PORTUGAL [3]

Ainda em Portugal, os membros do clã Pereira receberam os títulos de nobreza Barões da GamboaCondes da Feira.

DESEMBARQUE NO BRASIL [3] [4] [5] 

Francisco Pereira Coutinho recebeu a capitania hereditária da Bahia de Todos os Santos em 1534. Lá, fundaram a Vila Pereira e cultivaram cana-de-açúcar, tabaco e algodão.

Inicialmente, a relação entre o homem branco e os índios era bastante pacífica. Contudo, os conflitos começaram quando os colonos se recusaram a trabalhar (sob o regime de escravidão) para os colonizadores. Quando a situação com a tripo dos tupinambás agravou-se e a vida de Pereira Coutinho estava em risco, ele fugiu para a Capitania de Porto Seguro. Na volta, esperando encontrar um clima mais tranquilo, é recebido pelos nativos em fúria e é morto.

Os descendentes, algum tempo depois, deixaram a Bahia e se descocaram para o Sertão de Pernambuco, para Minas Gerais e para outros lugares do país.

PERSEGUIÇÃO AOS CRISTÃOS NOVOS [6]

Séculos atrás, era comum a perseguição de judeus pela Igreja Católica. Essa repressão foi tão forte em Portugal e em suas colônias, que famílias mudaram de sobrenome (Pereira é um exemplo) a fim de não serem perseguidos peça Santa Sé, e seus membros passaram a ser conhecidos como cristãos-novos.

Naqueles tempos de Inquisição e de Cruzadas, sobrenomes judaicos tiveram forçada a sua conversão. As famílias de raízes hebraicas passaram, assim, a assumir o “véu” de cristãos.

Para alguns, não era apenas questão de serem forçados, mas a suposta origem nobre portuguesa/espanhola lhes permitiu fortes relações com a Coroa, ganhando terras e cargos de confiança.

Outros, porém, tiverem todos os seus bens confiscados e foram postos para degradação (exílio forçado) fora de Portugal.

[1] Conforme pesquisa realizada na Torre do Tombo – Lisboa – Portugal, em Genealogias Manuscritas sobre os Pereira – Livro 21 E-9 P 85, 21 F 122.

[2] Genealogia Família Ignácio Cabral de Oliveira Medeiros e Outras – Carmélia Ignácio de Mello

[3] https://pt.wikipedia.org/wiki/Pereira_(sobrenome); acesso em 13 de outubro de 2016 às 14h26min.

[4] https://www.myheritage.com.br/FP/newsItem.php?s=161198102&newsID=54&sourceList=dir; acesso em 13 de outubro de 2016 às 14h51min.

[5] http://historiaaulas.blogspot.com.br/2012/11/francisco-pereira-coutinho.html; acesso em 13 de outubro de 2016 às 18h57min.

[6] https://pt.scribd.com/doc/112334407/A-Origem-Judaica-da-Familia-Pereira; acesso em 13 de outubro de 2016 às 19h36min.

   

Você pode gostar...

8 Resultados

  1. LUCIANO DE ANDRADE GOMES disse:

    Bom dia.
    Procuro por Agostinho João Torres casado com Brites Pereira. Sua filha era Teresa Caetana Pereira. Esta casou com Domingos Vieira da Graça. (Interior do CE)

    Alguém pode me ajudar?
    Luciano de Andrade Gomes

  2. LUCIANO DE ANDRADE GOMES disse:

    Bom dia.
    Procuro por Agostinho João Torres casado com Brites Pereira. Sua filha era Teresa Caetana Pereira. Esta casou com Domingos Vieira da Graça.

    Alguém pode me ajudar?
    Luciano de Andrade Gomes

  3. Elizângela disse:

    Boa tarde! Procuro por Isaura Pereira da Silva de Caucaia ceará por favor!

  4. MARIA DE FÁTIMA TÁVORA PALMEIRA disse:

    Bom dia. Estou a procura dos descendentes da familia de meu pai Moacyr de Melo Pereira. Minha avó se chamava Maria Candida Melo Pereira meu avô Henrique Pereira Senra. Minha avo´nasceu em Portugal L ocal.

  5. Adriano Pereira dos Santos disse:

    olá, tudo bem? E quanto a historia dos Pereira dos Santos? Existe uma arvore genealógica?
    Obrigado um grande a todos.

  6. Francisco de Assis PEREIRA de Oliveira. disse:

    Hoje tive a honra de ver um pouco da Histórico de Imigração dos povos Portugal para o Brasil, e gostaria e ter mais informações: Minhas origens Pereira, Meu tetravó – Ladislau Pereira, casou com uma Índia, e tinha vários filhos: Custódio Pereira casado com Margarida da Silva Aguiar, Antônio Pereira etc.,, Ladislau, tinha propriedade nas margens do rio Parnaíba, confrontando, estado do Piauí com maranhão, região de Pastos Bons – MA. O tataravós – Custódio Pereira e Margarida, tem vários filhos: Meu Bisavó é Manoel Pereira do Nascimento (manoelzinho) casou com Justina da Silva Araújo, moraram no município de Carolina – MA, hoje pertence ao município do Estreito – MA. Meu avó é Damásio Pereira do Nascimento, casou com Simôa Ferreira da Silva Brito, foram proprietário da fazenda Solta Velha no município de Carolina, hoje estreito, mudou para Norte de Goiás, comprou a Fazenda Lajes, município de Filadelfia GO (TO), hoje município de Palmeirante – TO. Eu sou filho de Joana de Deus Pereira, casada com Abel Pires de Oliveira, proprietário da Fazenda Cunhã, vendeu e comprou a Fazenda Batateira, no município de Panela de Ferro – Tupiratins (GO/TO). Eu moro em Brasília – DF, e estamos fazendo a Arvore Genealógica da família Pereira e não estamos conseguir concluir por faltas de informações das Origens inicial. Quem vê este comentário, e nus poder ajudar nestas informações ficarei muito grato!! Ponto chave estar em Pastos Bons – MA.

  7. nino disse:

    para quem gosta de live de jogos e games no geral tenho
    certeza que a live da tvnino vai ser opção para toda galera
    do mundo dos games.Se você curte jogos com certeza te
    indico a live da tvnino. Parabéns pelo seu site, é um grande
    prazer participar e conhecer seu projeto.Grande abraço

  1. 05/03/2017

    […] Leia aqui nossa outra publicação sobre a Origem da Família Pereira. […]

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.